Receitas

Bolo de Frutas de Natal

Dos nossos 5 sentidos, aquele que é mais importante para mim na cozinha é o Olfacto.
Não desvalorizando o paladar, que é também uma peça fundamental neste nas lides culinárias, o olfacto para mim é o rei. De que nos serve um paladar apuradíssimo, se quando nos falha o olfacto tudo sabe ao mesmo?
Quem leu os livros da Alice Viera deve lembrar-se da Mariana, a protagonista do Rosa, minha irmã Rosa, Chocolate à Chuva e Lote 12 2º frente, cuja principal característica da sua personalidade era associar tudo a cheiros.
Eu sou um pouco assim, sensível aos aromas que chegam até mim.
Há cheiros que me fazem lembrar as férias, outros que me fazem lembrar os meus primeiros tempos de namoro com o Filipe, outros que me fazem lembrar pessoas e determinadas situações.
Gosto do cheiro da chuva, de pão acabado de cozer e do cheiro das frutas.
Não gosto de aromas florais.
Quando cozinho esqueço-me muitas vezes de provar a comida. Mas cheiro sempre. Se me cheirar bem, então o prato fica aprovado.
Às vezes o meu olfacto engana-me e o que cheirava divinamente afinal não sabe a nada de especial, mas desta vez foi certeiro. Este bolo sabe tão bem quanto cheira.
E se a Mariana estivesse ontem comigo enquanto o fiz, acho que ela diria que este bolo cheira a Natal.
Cheira a conversas e a risos na mesa da consoada.
Cheira a coisas boas que devem ser partilhadas.
Por isso aqui partilho o bolo que ontem me inundou a casa de aromas quentes e divinais.
Vou partilhá-lo também com o [Limited Edition] para o seu passatempo “5 Sentidos com a Alecrim aos Molhos“.
(Adaptado do blog “Girl Makes Food”)
Ingredientes
  • 1 + 1/2 chávena de sumo de laranja (cerca de 3 laranjas)
  • 1/3 chávena de damascos secos, aos pedaços
  • 1/2 chávena de passas (usei sultanas douradas)
  • 1/2 chávena de arandos vermelhos secos
  • 1/2 chávena de maple syrup ou xarope de agave
  • 1/3 chávena de óleo de girassol
  • Raspa de 1 limão
  • 1 colher de sopa de linhaça moída
  • 1/2 colher de sobremesa de vinagre de cidra
  • 1 chávena de farinha com fermento
  • 1/2 chávena de farinha integral
  • 2 colheres de sobremesa de fermento em pó
  • 1 colher de sobremesa de canela em pó
  • 1/3 colher de sobremesa de gengibre em pó
  • 1/2 colher de sobremesa de sal
  • 1 chávena de frutos secos à escolha, aos pedaços (usei 1/3 cháv. de nozes, 1/3 cháv. de amêndoas e 1/3 cháv. de avelãs)
Como preparar
  • Colocar o sumo de laranja, os damascos, as passas e os arandos num púcaro e levar ao lume até levantar fervura. Retirar do lume, tapar e reservar durante 10 minutos.
  • Misturar numa tigela o maple syrup, o óleo, a raspa de limão, a linhaça e o vinagre.
  • Adicionar a esta mistura o sumo de laranja com os frutos.
  • Noutra tigela colocar as farinhas, o fermento, a canela, o gengibre, o sal e os frutos secos.
  • Juntar aos secos a mistura líquida e envolver bem.
  • Transferir para uma forma de bolo pequena, ou uma forma de bolo inglês.
  • Levar ao forno a 180ºC, 40-45 minutos.

 

Os frutos secos dão textura e sabor e as passas, os arandos e os damascos dão-lhe uma doçura maravilhosa, que juntamente com o aroma quente da laranja e da canela fazem deste bolo de frutas um dos melhores que já comi.
Aqui está decorado com tâmaras, nozes, amêndoas e côco ralado em substituição das frutas cristalizadas (que estive para comprar, mas depois de ver que os corantes estão em maior número que as frutas, desisti) e do açúcar em pó. Podem dispensar estas decorações, fica delicioso na mesma sem elas.

Este bolo vai ser o meu substituto de bolo rei para a quadra natalícia.
Deixo-vos aqui mais sugestões de bolos rei e rainha 100% vegetais:

Patrícia

Previous Post Next Post

You Might Also Like

18 Comments

  • Reply Limited Edition Dezembro 16, 2013 at 3:29 pm

    Como te entendo! O olfacto também tem um papel determinante para mim: relembra memórias (ontem abri um frasco de groselha e cheirou-me à infância!), substitui os outros sentidos em diferentes ocasiões e não apenas na cozinha. Gostei muito da tua participação. Obrigada pela pontualidade! :p e este bolo também já desapareceu como o meu? ;) beijinho grande

    • Reply NotGuiltyPleasure Dezembro 17, 2013 at 7:57 pm

      Obrigada :) Sim, desta vez fui pontualíssima eheh Olha nem me fales em desaparecer com o bolo que isto foi difícil, ontem já estava a mais de meio e tive de me controlar muito, ainda sobrou uma fatia para hoje..mas ele fica baixinho, é a minha desculpa :P
      Groselha também me faz lembrar a infância :)

      beijinhoo*

  • Reply Sabores, Experiencias e Aventuras Dezembro 16, 2013 at 4:35 pm

    Eu quero, eu quero, eu quero!! Uma fatia desse bolo era a companhia perfeita para a chávena de chá que tenho ao meu lado! :)

  • Reply Lia Teixeira Dezembro 16, 2013 at 8:18 pm

    Lindíssimo post e o bolo, bom, com a lista de ingredientes que leva e o aspecto que tem, acredito que seja divino e que tenha perfumado toda a tua casa!
    Beijinhos,
    Lia.

    • Reply NotGuiltyPleasure Dezembro 17, 2013 at 8:01 pm

      Obrigada Lia, perfumou mesmo, adoro ter a casa a cheirar a bolos, frutas e canela :)

      beijinho*

  • Reply Inês Ginja Dezembro 16, 2013 at 8:31 pm

    Que giro, adorei ler-te, e sim o cheiro é mesmo isso.
    Há cheiros que me lembram coisas, me trazem memórias, me trazem pessoas.
    E etse bolo cheira a natal, cheio de frutas e especiarias, venham as fatias!
    Um beijinho.

    • Reply NotGuiltyPleasure Dezembro 17, 2013 at 8:05 pm

      Obrigada Ginja :)
      Os cheiros trazem-me imensas memórias e transportam-me logo para vários sítios ou situações, não tenho como evitar viajarmos um pouco com os aromas!

      beijinho*

  • Reply Tertúlia da Susy Dezembro 17, 2013 at 9:08 am

    Olá,
    Eu tb sou assim, se cheirar bem está aprovado, pois esqueço-me muitas vezes de provar… LOL
    Bjs, Susana
    Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/11/1-aniversario.html
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/12/strudle-de-bacalhau-e-couve-com-chourico.html

    • Reply NotGuiltyPleasure Dezembro 17, 2013 at 8:06 pm

      Eheh és cá das minhas então, eu não era boa pra chef, isso do provar não é comigo :P

      beijinho*

  • Reply Doyle Dezembro 17, 2013 at 10:30 am

    A memória olfactiva é a que nos faz relembrar momentos esquecidos. Por exemplo, não nos lembramos de vivências ou sons de quando eramos recém nascidos, mas há cheiros que nos podem fazer relembrar certos episódios da nossa vida desde a mais pequena infância. Por isso, tens razão, o olfacto é sem dúvida um dos sentidos mais importantes.
    O teu bolo tem um aspecto divinal. Uma excelente alternativa ao bolo rei, que a meu ver é assim um pouco enfadonho. Mas este teu bolo de frutas, miam, dá vontade de trincar :)

    • Reply NotGuiltyPleasure Dezembro 17, 2013 at 8:09 pm

      Depois de comer este bolo concordo contigo, bate o bolo rei aos pontos :P
      A memória olfactiva é mesmo importantíssima, até porque a minha memória visual é péssima, portanto guio-me pelos cheiros muitas vezes!

      Obrigada e beijinho :)

  • Reply Flores de Oliveira Dezembro 17, 2013 at 1:09 pm

    Já consigo sentir o cheirinho desse bolo… fantástico!
    Beijinhos bom Natal :)

    • Reply NotGuiltyPleasure Dezembro 17, 2013 at 8:10 pm

      Obrigada, cheira tão bem que não duvido que o seu aroma tenha chegado até tão longe eheh ;)

      beijinhos e bom Natal para ti também*

  • Reply Ana Dezembro 17, 2013 at 1:57 pm

    Olá!

    Bolo fantástico, que deve mesmo cheirar a Natal! Por isso o olfacto é tão importante!

    Bjs

    • Reply NotGuiltyPleasure Dezembro 17, 2013 at 8:17 pm

      Obrigada Ana, é mesmo um dos sentidos mais importantes, pelo menos para mim ;)

      beijinho*

  • Reply Márcia Gonçalves Dezembro 17, 2013 at 3:12 pm

    Por acaso são poucos os cheiros que associo a situações, mas a maioria deles são relacionados com alimentos :p
    E concordo contigo, se me falhasse o olfacto tenho a certeza que a comida não me saberia ao mesmo.

    O bolo está lindo! Parece-se mesmo com um bolo-rei, mesmo com ar natalício! Mas muito melhor que bolo-rei de certeza, por ter esses frutos secos que eu adoro, e as especiarias. :)

    Beijinho

    • Reply NotGuiltyPleasure Dezembro 17, 2013 at 8:19 pm

      Sim, os cheiros de alimentos predominam :P MAs não só, há muitos outros que me despertam a memória.

      Obrigada Márcia, eu adorei este bolo e honestamente com ele não sinto falta nenhuma do bolo rei ;)

      beijinho*

    Leave a Reply