Receitas

Receitas Rápidas#8 – Bolonhesa de Couve-Flor

Isto já aconteceu a toda a gente de certeza: olhar para o frigorífico e este parecer o deserto.
Um dia destes abri o frigorífico e as únicas coisas que tinha em quantidade suficiente para uma refeição composta eram tomate e couve-flor.
E eu tinha duas barrigas esfomeadas para alimentar.
Couve-flor não é de todo o meu alimento preferido mas teimo em comprar para diversificar a nossa alimentação. Costumo disfarçá-la com batata, no puré ou com outros legumes, num caril, mas naquele dia não tinha muito com que trabalhar.
Juntei a couve-flor ao tomate, fiz figas e voilá! Estava descoberta mais uma maneira deliciosa de comer este legume tão pouco apreciado cá em casa. Ainda por cima um prato rápido de fazer, óptimo para uma refeição mais apressada.

Ingredientes (para 2-3 pessoas)

  • 2 dentes de alho grandes, picados
  • 1 pedaço de gengibre ralado, mais ou menos a mesma quantidade dos alhos
  • 1/2 colher de sobremesa de azeite ou 4 cubos de caldo de legumes caseiro
  • 1 couve flor pequenina, sem os talos, picada
  • 1/3 chávena de lentilhas verdes cozidas
  • 1/2 colher de sobremesa de pimentão doce
  • 1/4 colher de sobremesa de cominhos em pó
  • 4 tomates maduros, de tamanho médio, aos pedaços
  • 1 colher de sopa de polpa de tomate
  • 1 colher de sobremesa de levedura de cerveja em flocos (opcional)
  • 1 colher de sobremesa de orégãos secos
  • Sal q.b.
  • Esparguete q.b.
Como preparar
  • Colocar o esparguete a cozer
  • Numa frigideira juntar o azeite, ou caldo de legumes, com o alho e o gengibre e deixa amolecer em lume baixo
  • Adicionar a couve flor picada e saltear durante uns segundos.
  • Juntar o pimentão, os cominhos, sal e a levedura de cerveja e deixar apurar os sabores durante uns minutos.
  • Acrescentar as lentilhas, envolver e deixar apurar mais um minuto.
  • Adicionar a polpa de tomate e os tomates, os óregãos e deixar ao lume entre 5 a 10 minutos
  • Quando o tomate estiver cozinhado e se tiver criado molho, rectificar os temperos e servir.
_________________________________________________________________________________
Tempo de Preparação: 20-30 minutos
Atalhos: usar o robot de cozinha para picar a couve flor e também para cortar o tomate; colocar água quente no tacho do esparguete para ferver mais rápido.
Ter pronto a usar: lentilhas cozidas, de preferência as secas e não as enlatadas. (Não demoram muito a cozer e não precisam de ser demolhadas. Gosto de cozê-las com uma folha de louro e um dente de alho esmagado, com casca, para dar mais sabor).
_________________________________________________________________________________
É realmente um prato saboroso e quem não gosta de couve-flor não tem de se preocupar pois o sabor desta bolonhesa vem totalmente do molho de tomate, das especiarias e das lentilhas, que podem colocar em maior quantidade se preferirem.
Acho que tenho de deixar o frigorífico vazio mais vezes para ter outras descobertas como esta! ;)
Previous Post Next Post

You Might Also Like

31 Comments

  • Reply Green Food Fevereiro 18, 2014 at 10:51 pm

    Parece delicioso :) Também não é dos que mais aprecio (a couve-flor) mas agora já começo a gostar mais.

    beijos,
    Sónia

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 18, 2014 at 11:05 pm

      ObrIgada Sónia! Eu já engracei com os bróculos, mas a couve-flor ainda não consigo achar-lhe muita piada sozinha. Mas aqui foi uma boa surpresa :)

      beijinho*

  • Reply Gori Fevereiro 19, 2014 at 12:27 am

    Bem, eu adoro couve-flor, adoro lentilhas, adoro especiarias, adoro tomate, adoro massa, deu para perceber porque gostei deste prato? :)
    Beijinhos

  • Reply Ana Fevereiro 19, 2014 at 9:26 am

    Olá!

    Eu adoro couve-flor (não consigo gostar de brócolos) e acho que este prato é uma óptima sugestão para uma refeição saudável. Obrigada por partilhares.

    Bjs

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:03 am

      Olá Ana, obrigada :)
      É realmente uma refeição saudável, baixa em gorduras e é bastante saborosa, o que é muuito importante!!
      Brócolos também já estiveram na minha lista dos ódios mas agora já me habituei e gosto de usá-los em vários pratos..a couve-flor é que ainda está em processo de aceitação eheh

      beijinho*

  • Reply Tertúlia da Susy Fevereiro 19, 2014 at 10:51 am

    Uma excelente sugestão, gostei.
    Bjs, Susana

  • Reply Cozinhar sem Lactose Fevereiro 19, 2014 at 11:35 am

    Deve ficar delicioso! Sabes, eu adoro esses momentos, em que tenho muito poucos ingredientes e invento uma refeição fantástica. Já me aconteceu também em casa de outras pessoas, é sempre um exercício criativo muito divertido.

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:06 am

      É verdade, estas situações dão mesmo para puxar pela tua imaginação, há dias em que o meu frigorífico parece uma caixa mistério do masterchef: “ora deixa cá ver o que há para cozinhar….” :P É bom quando resultam em pratos bons como este :)

      beijinho*

  • Reply Lia Teixeira Fevereiro 19, 2014 at 12:17 pm

    Tem um aspecto tão delicioso e uma cor tão convidativa!! Adoro todos os ingredientes!
    Estou a adorar o novo look :)))).
    Beijinhos,
    Lia.

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:08 am

      Obrigada Lia, os molhos de tomate dão sempre pratos apetecíveis cheios de cor!
      Ainda bem que gostas do novo aspecto do blog, ainda em construção, mas está quase prontinho :)

      beijinho*

  • Reply Nem acredito que é saudável! Fevereiro 19, 2014 at 12:42 pm

    Que maravilha! Tb n gosto lá mto de couve flor e adorei esta receita! Que bom que partilhaste, nunca me tinha lembrado :D
    beijinhos
    sara

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:10 am

      Nem eu! Mas sabes como é, a necessidade aguça o engenho :P

      Obrigada Sara
      beijinho*

  • Reply Limited Edition Fevereiro 19, 2014 at 12:50 pm

    eu também tento incluir alimentos na minha alimentação aos quais à partida torço o nariz. depois adiciono outros de que gosto e os condimentos certos e a coisa lá se compõe ;) beijinhos

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:13 am

      Temos de enganar o palato e não sei se te acontece mas depois até começo a gostar dos alimentos! A vítima de momento tem sido a couve-flor mas entretanto vou passar para outros, os agriões são os próximos com o teu pesto ;)

      beijinho*

  • Reply conteudovazio Fevereiro 19, 2014 at 1:37 pm

    ai mas que bem!!!!
    Soa mesmo mesmo bem!!! =)

    O meu dilema agora com o frigorifico é:
    o que fazer com os ingredientes que tenho?
    Tenho ali duas mini beterrabas, uma couve lombarda e feijão encarnado…
    Estou a pensar fazer os hamburgueres do costume com o feijão… também já me lembrei de uma feijoada.
    Agora com as beterrabas é que não sei.. das duas vezes que tive beterrabas cá em casa fiz os teus hamburgueres.. Agora queria experimentar outra coisa (lembrei-me dos queques.. e logo a seguir lembrei da balança! LOL =P )

    beijinhos

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:16 am

      Feijoada parece-me óptimo, adooooro, dá para usares a couve lombarda :) Quanto às beterrabas, assa no forno, ficam tãaao boas!! Hoje ainda te envio uma receita muito fixe de beterrabas assadas que tenho aqui num livro para experimentares ;)

      beijinho**

  • Reply C. Fevereiro 19, 2014 at 3:56 pm

    Vou roubar a receita :) keep up the good work :D

    Esta também é uma ideia: http://www.youtube.com/watch?v=9y-dkrMjJIc

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:18 am

      Obrigada C., leva a receita à vontade e depois diz se gostaste!
      Quanto a esses pastelinhos pareceram-me uma boa ideia, levam ovo que eu não uso mas são fáceis de adaptar sem ele e parecem-me óptimos, obrigada pela dica :)

      beijinho*

  • Reply Avelã Fevereiro 19, 2014 at 6:41 pm

    Que bom aspeto! Parece muito confortável… Eu no frigorífico geralmente até tenho sempre restos :P Nem que seja arroz/massa cozida… Até gosto de couve-flor, mas prefiro bastante bróculos, acho que têm um sabor muito mais leve!
    Costumas fazer puré com couve-flor? Eu uma vez tentei mas a varinha mágica avariou-se (tenho pouca sorte com elas, estão sempre a estragar-se… devia haver varinhas mágicas descartáveis!) e acabei a comer pedacinhos de couve flor (mal cozida, ainda por cima! admito que foi das primeiras coisas que fiz, pronto, não tinha grande experiência…)… Desde aí nunca tentei! Fica bom? O sabor não fica estranho?

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:23 am

      Pois eu restos é raro porque tenho cá em casa um come restos que não deixa nada para contar história (e não, não são os meus miaus :P)
      Faço puré com couve-flor sim, fica óptimo, ponho batata e couve-flor em quantidades iguais, bem cozida, porque os talos da couve flor são mais rijos, esmago e depois passo na varinha mágica, fica super suave e deliciosa! E não se sente o sabor da couve-flor, apenas da batata. Depois eu junto sempre noz moscada, alho em pó e gengibre em pó, adoro, fica tão bom!!
      Experimenta e boa sorte com as varinhas mágicas :P

      beijinhoo*

  • Reply Inês Ginja Fevereiro 19, 2014 at 7:55 pm

    Vês, é bom às vezes termos poucas coisas em casa, faz-nos ser criativos!
    Eu adoro estes pequenos momentos em que do pouco se faz muito e bom :)
    E adoro couve-flor, cozida, em caril, em sopa, e assim também devo gostar.
    Um beijinho.

    • Reply NotGuiltyPleasure Fevereiro 20, 2014 at 9:27 am

      É verdade, depois do pânico de ver o frigorífico vazio vem um espírito McGyver da culinária para ajudar a fazer uma refeição deliciosa com 2 ou 3 ingredientes :P

      beijinho**

  • Reply O caldeirão de Dagda Maio 9, 2014 at 6:19 pm

    Parece-me uma excelente sugestão. Penso que vai ser o meu jantar de hoje.
    Maria João Seixas

    • Reply NotGuiltyPleasure Maio 9, 2014 at 9:25 pm

      Olá Maria João, obrigada, espero que gostes caso experimentes :)

  • Reply Limited Edition Julho 16, 2014 at 1:03 pm

    tinha ali esparguete pronto e vim ver as tuas sugestões com este ingrediente e… VOU FAZER ESTA RECEITA PARA O MEU ALMOÇO!!!! :)))

  • Reply Anonymous Agosto 5, 2014 at 9:48 am

    Bem experimentei esta receita e pelo menos 2x ou mais por mês volto a fazê-la. Adoro couve-flor e é mm uma optima alternativa.
    Os meus amigos andam super curiosos, pois ja lhes disse que fica divinal. Para além disso é super leve e faz-se muito bem a digestão sem ficar exageradamente cheia.
    Obrigada pelas tuas dicas o teu blog é optimo :) já recomendei :). Bjs. Inês

    • Reply NotGuiltyPleasure Agosto 5, 2014 at 11:49 pm

      Inês, fico muito contente que tenhas gostado e ainda mais contente por recomendares o blog :) Muito muito obrigada!! :)

      um beijinho*

    Leave a Reply