Vida Consciente

Leituras Imperdíveis

Informação é poder, é um clichê mas é bem verdade e é essencial para quem envereda pelo vegetarianismo e veganismo. Quanto mais informado estiver mais consciente estará das escolhas que pode fazer. Hoje em dia a informação procura-se e encontra-se num piscar de olhos, está à distância de um clique, mas há ainda livros que vale a pena ter na sua biblioteca pessoal. Aqui ficam alguns exemplos.

 

“Comer Animais”, de Jonathan Safran Foer

Este livro foi dos que mais impacto teve na minha vida, pois foi depois de o ler que decidi dar o passo final para entrar no vegetarianismo e, mais tarde, adoptar o veganismo como modo de vida. Já falei algumas vezes dele aqui no blog e é talvez o que mais recomendo quando me perguntam por livros sobre vegetarianismo.

Neste livro, Jonathan, que foi oscilando a sua alimentação entre o vegetarianismo e o consumo de carne, lida com um dilema moral: como explicar ao filho porque razão comemos uns animais e outros não? Para conseguir responder a isso procura recolher o máximo de informação possível sobre a origem dos animais que chegam até ao consumidor, visitando desde industrias de pecuária intensiva a quintas biológicas, recolhendo dados e tirando as suas próprias conclusões. Uma das principais razões que me faz recomendar a sua leitura é que o Comer Animais não é um livro de lavagem cerebral. Não é um livro que nos diz o que temos ou devemos fazer. Aqui o autor apresenta factos, a realidade da indústria alimentar animal, misturando-os com o relato das suas experiências pessoais e deixa que seja o leitor a fazer com esse informação aquilo que achar mais correcto, não fazendo juízos de valor, seja em relação a vegetarianos ou a não vegetarianos.

 

Veganomicon” “Isa Does It”, de Isa Chandra Moskowitz

O Veganomicon foi o primeiro livro de culinária vegetariana que comprei. Quando comecei a pesquisar mais sobre vegetarianismo e veganismo encontrava nos blogs americanos muitas referências a este livro, que era considerado a bíblia do veganismo. É um livro já com alguns anos, 10 para ser mais  precisa, e é realmente uma bíblia, explica tudo ao mais pequeno pormenor, desde o simples acto de cozer arroz a quais as melhores formas de cozinhar cada vegetal. Tem mais de 200 páginas de receitas, sem fotos, desde as entradas às sobremesas e fiz muitas delas. Algumas estão aqui pelo blog como a Salada de Verão de Quinoa, os Cogumelos Portobello Assados ou o Bolo de Laranja e Coco. Para além das centenas de receitas deliciosas e bem explicadas, o livro conta com o humor característico da Isa e da Terry, a co-autora. Este ano, para celebrar o 10° aniversário do livro, foi lançada uma edição especial com a adição de receitas novas, melhoria das já existentes e fotos dos pratos.

Uns anos depois surgiu o Isa Does It, um livro que acho lindo (este já tem foto de cada prato) e também recheado de receitas muito saborosas. Fiz também várias, como por exemplo o Bolo de Ananás e o Arroz Pad Thai, que ainda é uma das minhas favoritas!

 

Série “Cozinha Vegetariana”, de Gabriela Oliveira.

Gabriela Oliveira é com certeza o nome mais conhecido do vegetarianismo português. Foi pioneira na edição de livros de receitas vegetarianas no nosso país e trabalha há muitos anos na divulgação e desmistificação do estilo de vida vegan, com bastante sucesso na minha opinião, pois encontro muita gente que, não sendo vegetariana, tem ou já teve um livro dela nas mãos. Os livros são excelentes e são os primeiros que aconselho a pessoas que querem receitas simples, nutritivas e com muito sabor. Para além das receitas, todos os livros têm na sua introdução informação nutricional importante e dicas para uma alimentação vegetariana correcta e variada, variando esta informação de livro para livro consoante o tema do mesmo. As receitas, que vão desde os básicos como fazer tofu, seitan ou leite vegetal de raíz, a saladas, pratos principais, snacks e sobremesas, ficam sempre perfeitas. Aqui no blog podem encontrar algumas das minhas favoritas, como o Hambúrguer de Grão e Batata Doce ou os Croquetes de Brócolos. E como não me consegui decidir só por um livro, deixo-vos a recomendação dos três primeiros, que são os que tenho e aos quais volto várias vezes em busca de inspiração.

 

“Os Básicos da Cozinha Vegana”, de Maria de Oliveira Dias

Este livro é outro essencial numa biblioteca vegetariana. A Maria é autora do blog The Love Food, que foi o meu blog de referência quando comecei a transição para este tipo de alimentação. Acho que fiz praí 90% das receitas que lá estão e, no meio das muitas tentativas e erros na cozinha, as receitas da Maria eram sempre as minhas favoritas e foi também com o The Love Food que comecei a despertar para o facto do veganismo ir muito para além da alimentação. O livro é uma extensão do blog, com receitas simples, de aspecto delicioso, feitas com ingredientes que toda a gente conhece e separadas pelas estações do ano. O blog ajudou-me muito quando estava a aprender a cozinhar e acredito que este livro faça o mesmo para quem se está a iniciar no mundo da culinária vegetariana. Umas das minhas partes favoritas do livro é a introdução. Ao contrário da maioria dos livros sobre alimentação vegetariana, este foge ao típico conteúdo sobre nutrição, embora essa parte esteja sempre subjacente. Fala-se de veganismo, ética, o porquê de mudar para este estilo de vida e dicas para o fazer, os benefícios e os mitos sobre o veganismo, de uma forma descontraída mas educativa, que duvido que deixe indiferente quem o leia.

 

“Mente Sã, Corpo São”, de Francisco Varatojo

Comparando com os livros acima recomendados, este é talvez aquele que parece menos direccionado para o vegetarianismo mas que, no fundo, acho que pode ajudar muito quem muda para este tipo de alimentação, principalmente se o foco é a saúde. É um livro sobre a alimentação e o estilo de vida macrobiótico, que, não sendo sinónimo de vegetarianismo, dá-nos muita informação sobre como podemos comer de forma consciente e saudável, ensinado a escolher os melhores alimentos de origem vegetal para o nosso organismo e a tirar o melhor partido deles tendo em conta a nossa individualidade. Neste livro fala-se da alimentação, do corpo e da mente como um todo, explorando também o impacto que as escolhas alimentares e que os pensamentos têm em nós, na forma como lidamos connosco próprios e com os outros, e também no nosso planeta. É um dos meus livros favoritos e que recomendo muito, tem uma visão e abordagem de vida diferente da que estamos habituados a ver/ler, mas da qual podemos (e devemos) tirar lições importantes que certamente nos tornarão mais saudáveis, felizes e melhores seres humanos.

 

“As 5 cores da Cozinha Saudável”, de Vânia Ribeiro

A Vânia é autora do site e canal de youtube Made By Choices, onde partilha receitas vegetarianas com ingredientes naturais e muito simples de fazer. É um site lindo e informativo e o livro não fica atrás. O seu mote é o de que não é preciso ser um ás na cozinha para fazer receitas deliciosas. Adoro pegar num livro e ver uma receita apelativa, saborosa e nutritiva, mas que seja também simples, com ingredientes que conhecemos e sem grandes malabarismos culinários que nos condenam desde logo a deixar a receita “para outro dia” que, bem sabemos, nunca vai chegar. O livro da Vânia é assim, simples, cheio de receitas que dão vontade de ir a correr para a cozinha, comida real e deliciosa para todas as ocasiões. Para além disso, como se percebe pelo título, aborda os nutrientes e alimentos de um modo diferente dos outros livros de culinária, mostrando-nos como as cores das frutas e vegetais são importantes para percebermos os seus benefícios no nosso organismo. No lançamento do livro tive a oportunidade de provar algumas das receitas, feitas mesmo pela Vânia, como o bolo de amoras e crumble e o creme de avelãs com cacau, que eram absolutamente deliciosos. Tome nota porque vai ter de os fazer!

 

“Free the Animals”, de Ingrid Newkirk

Vou confessar que ainda não li este livro, mas quero muito. De momento está nas mãos do marido e ainda não foi lido por completo, mas queria falar deste livro e por isso vou escrever aqui o que o marido me transmitiu em relação ao mesmo. Este livro foi escrito por Ingrid, presidente da PETA, e relata a sua história como activista e defensora dos direitos animais, desde os tempos em que era polícia e se deparou, pela primeira vez, com um caso de experimentação animal, até ao seu percurso na Animal Liberation Front. Ingrid descreve de forma crua e carregada de emoção o primeiro contacto com a realidade da crueldade animal, as acções de resgate de animais em que participou e como é fazer parte de um movimento em prol dos direitos animais, de tal forma que nos sentimos transportados para as situações por si vividas. Se quer saber mais sobre o movimento de defesa animal acredito que este é, sem dúvida, um livro a não perder.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

12 Comments

  • Reply Carla Outubro 3, 2017 at 9:21 am

    A Sónia emprestou-me o comer animais. Li depois de me ter tornado 100%vegetariana… cerca de 2 anos depois e foi muito importante porque havia ainda tanta coisa que eu não sabia.
    Depois quando terminarem de ler o da Ingrid diz-me.. gostava muito de o ler também! :)
    Também li um que não é mau que se chama “O porquinho que cantava à lua”. Está assim pouco misturado vá, mas também é uma boa leitura acerca das emoções dos animais.
    Aconselho vivamente o Eu, primata… acho que te já te enviei o PDF. Está em português do Brasil, mas tirando isso, acho que é um livro muito muito bom! Não é sobre a exploração animal mas sim, acerca da parte social dos macacos… acredita… é impressionante!

    • NotGuiltyPleasure
      Reply NotGuiltyPleasure Outubro 3, 2017 at 5:59 pm

      Há sempre muito para aprender, mesmo quando achamos que já sabemos tudo! Ai da nao li esse que me enviaste, mas tenho de me dedicar a ele! Quannto ao da Ingrid, estás oficialmente na fila para o ler eheh :P obrigada pelas dicas, muaaaaah*

  • Reply Mel Outubro 3, 2017 at 9:55 am

    Ai, que me dera não ser preguiçosa e começar a ler livros em inglês :c Tens aí vários que ficavam tão bem aqui na minha estante.

    Beijinho*

    • NotGuiltyPleasure
      Reply NotGuiltyPleasure Outubro 3, 2017 at 5:47 pm

      Eheh eu também prefiro ler em português mas alguns não dá! É um hábito, depois é natural! :) beijinhoo*

  • Reply Anna. Outubro 3, 2017 at 6:11 pm

    Tenho todos esses livros menos o Veganicon , que quero imenso e estou a pensar oferece lo a mim mesma :)

    Beijinho

    • NotGuiltyPleasure
      Reply NotGuiltyPleasure Outubro 4, 2017 at 7:32 am

      Será um belo presente, aposto que vais adorar ;)

  • Reply Diogo Outubro 7, 2017 at 10:47 am

    Ainda não conhecia o livro “Comer Animais”, de Jonathan Safran Foer, mas estou com muito curiosidade em o ler :-)

    Outro livro de que gosto muito é “O Livro de Cozinha da Marta” de Marta Varatojo.
    Apesar de ser um livro de cozinha Macrobiótica, só tem receitas vegetarianas e são muito boas e simples de preparar.

    • NotGuiltyPleasure
      Reply NotGuiltyPleasure Outubro 18, 2017 at 6:01 pm

      Olá Diogo, o Comer Animais é excelente, se conseguires ter algum na mão aproveita para o leres! E também adoro o Livro de Cozinha da Marta, faço imensas receitas de lá e sim, são maravilhosas! :)
      Obrigada pelo comentário! :)

  • Reply Claudia Outubro 8, 2017 at 9:38 pm

    Estou ainda a descobrir este mundo do vegetarianismo mas já adquiri alguns livros sobre o assunto, entre eles os da Gabriela Oliveira. E dois destes estão na lista de serem adquiridos brevemente. Os básicos da cozinha vegetariana e o da Vânia.

    Não conhecia o teu blog e conheci-o através do blog da Vânia. Ainda não vi muita coisa aqui mas gostei do que vi. Parabéns!

    • NotGuiltyPleasure
      Reply NotGuiltyPleasure Outubro 18, 2017 at 6:03 pm

      Olá Cláudia, muito obrigada pela visita, espero que vás ficando por aqui! :)
      Os da Gabriela Oliveira e o da Maria Dias são sem dúvida duas grandes ajudas para quem, como tu, está a iniciar-se no vegetarianismo, e o da Vânia tem receitas maravilhosas também. Todos boas apostas para aprender e inspirar muito!
      Um beijinho e obrigada pelo comentário!

  • Reply André Nogueira Março 20, 2018 at 10:47 pm

    Olá Patrícia, parabéns pelo blog. Quem me recomendou foi o Filipe. :)

    Não sou vegetariano mas a minha dieta é cada vez mais virada nesse sentido. E também gosto muito de livros. Tenho o do Safran Froer mas não o li ainda. Um que li há alguns anos foi o “Porquinho que cantava à lua” de Jeffrey Masson e que recomendo vivamente.
    Agora vou andar a explorar aqui o blog e quiçá abandonar cada vez mais os produtos animais. :)

    • NotGuiltyPleasure
      Reply NotGuiltyPleasure Maio 13, 2018 at 11:57 am

      Olá André, obrigada por teres passado por aqui! :)
      Se tens o livro do Froer aconselho mesmo a leres, principalmente se estás a virar a tua dieta num sentido mais vegetariano pois pode dar-te outras prespectivas em relação à forma como comemos! Quanto ao porquinho que cantava à lua, já ouvi falar e gostava de ler também, obrigada pela sugestão!

    Responder a NotGuiltyPleasure Cancel Reply

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.